segunda-feira, 18 de setembro de 2017

O QUE É COERENTE,JUSTO?

DECLARAÇÃO POR  COERÊNCIA, JUSTIÇA  E  RESPEITO
DA  “HUMANIDADE”.

http://www.defesanet.com.br/toa/noticia/18201/Indios-nao-precisam-servir-Exercito-em-RO/
http://eticaparapaz.blogspot.com.br/2012/08/indigenas-ajudam-exercito-defender.html

http://www.planobrazil.com/exercito-da-inicio-ao-programa-de-reforco-militar-da-regiao-norte-manaus-ganhara-bateria-de-artilharia-antiaerea/
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L6001.htm
(LER  E RELER Quem aqui propôs este "ESTATUTO". ) Se  As  Leis  Não se  cumprem, seja  Nacionalmente  ou Internacionalmente, são "OUTRAS  QUESTÕES" que  DEVEMOS  ATENTAR E  MANIFESTARMOS,Como Filhos(as) Desta  TERRA.




Hoje  me  debruço aqui para  colocar  alguns pensamentos, posicionamentos que  carrego  comigo.
“O Ser Humano” parece  ter esquecido princípios  básicos sobre Ética, sobre Coerência , Justiça, e  finalmente RESPEITO.
Fico  ao Ler nas  REDES “SOCIAIS”(Facebook...) e REFLETIR muito sobre  colocações  que  JULGAM FACILMENTE  E  CONDENAM INSTANTÂNEAMENTE SEM APURAR  REALMENTE QUEM FEZ? O QUE FEZ? POR QUE FEZ?

Quero  reforçar  que NÃO se  trata  aqui de COMETER  OS  MESMOS “JULGAMENTOS”, PRECIPITADAMENTE  OU INFUNDADAMENTE,POIS ALGO DEVEMOS TER EM MENTE QUANDO USAMOS ADJETIVOS CONDENATÓRIOS ,DESQUALIFICANDO “TODA UMA CORPORAÇÃO”,OU “TODA UMA NAÇÃO”, pois corremos o RISCO DE IGUALMENTE SERMOS ASSIM TAXADOS DE PESSOAS QUE  DESCONHECEM E DESRESPEITAM À  SI MESMAS  E  AOS  SEUS ANTEPASSADOS,ANCESTRAIS.
Muitas  vezes, SE  ATIRA NO QUE  “SUPOSTAMENTE  SE VÊ” E SE  ACERTA O QUE  NÃO “VÊ”.

OU SE  REPRODUZ INVERDADES PORQUE  HÁ  UM DETERMINANDO GRUPO DE  PESSOAS QUE  ASSIM “CONDENA”.

MUITAS  DESTAS  PESSOAS  SÃO PESSOAS  QUE  CONSIDERO SENSATAS, COERENTES E  JUSTAS,MAS ACABO POR CONSTATAR  QUE  ESTÃO INCORRENDO NOS MESMOS  EQUÍVOCOS DAQUELES QUE ESTÃO SUPOSTAMENTE  AGINDO “CONTRA”SEUS PRINCÍPIOS,OU SEU “MODELO “ DE  “CERTO OU ERRADO”.
Tenho lido e  RELIDO a História e  vivenciado em muitos  casos DIRETA E  INDIRETAMENTE situações que acabam AO INVÉS DE  AGREGAR E  PACIFICAR, GERAM DISCÓRDIA, DESUNIÃO, ALIMENTANDO ÓDIOS, RAIVAS, RANCORES E  O QUE  É PIOR NÃO CONTRIBUINDO EM NADA PARA  AVANÇOS E PARA  UM NOVO QUADRO NACIONAL, MUNDIAL.

Na  História  dos  “HOMENS”, Politicamente, Socialmente, se  viveu e  SEGUIMOS À  VIVER, situações ONDE  TODOS DE  UMA  FORMA OU DE  OUTRA  JÁ  NOS  DEPARAMOS COM TREMENDAS  INJUSTIÇAS E  TAMBÉM, ASSIM PODEMOS  COMETER “INJUSTIÇAS”,POR ISTO REFORÇO  DA  NECESSIDADE DE  REFLETIRMOS  MUITO ÀS  PALAVRAS  PROFERIDAS, SEJA COM QUEM SEJA,OU O QUE SEJA.
QUANDO VEMOS  NOTICIAS  DEPRECIATIVAS  EM RELAÇÃO  ÀS  NAÇÕES ORIGINÁRIAS, SEJAM INDIGÉNAS, OU NÃO, PARAMOS  E VAMOS APURAR  FATOS, NÃO É  ASSIM?

DA  MESMA  FORMA QUE  SOMOS  REFERENCIAIS  EM TUDO QUE  SENTIMOS, PENSAMOS, FALAMOS  E  FAZEMOS E  DOS  VALORES  QUE  DEIXAREMOS IMPRESSOS  EM NOSSA  FORMA DE  CAMINHAR, DESTA  MESMA  FORMA, TEMOS  QUE  ATENTAR PARA  O FATO  QUE  NÃO PODEMOS  COLOCAR  EM UM MESMO “CALDEIRÃO”, PESSOAS  QUE  VEM SE  DEDICANDO EM MANTER A  “ORDEM E  RESPEITO” NESTE PAÍS.

FICA AQUI UMA  REFLEXÃO QUE  CABE À  TODOS  NÓS, BRASILEIROS(AS), MAS  SOBRETUDO, “AO SER HUMANO”.
OS  TEMPOS  SÃO CINZENTOS, OU “OBSCUROS, OU CATASTRÓFICOS, OU DE  DEGRADAÇÃO DA  ESPÉCIE...ETC..ETC..MAS, MUITAS PESSOAS BUSCAM NESTE MOMENTO A  PARTIR  DESTA  REFORMA “INTIMA”,SOCIAL, ECONÔMICA,POLÍTICA...BUSCAM  ANCORAR UM NOVO COMPORTAMENTO, UM NOVO AMANHECER ÀS  FUTURAS GERAÇÕES,AO PLANETA TERRA E  DE  NADA ADIANTARÁ  FICARMOS  AQUI CONDENANDO O “PASSADO”,OU CONDENANDO TODA UMA NAÇÃO,OU AINDA  FOMENTANDO ÓDIOS, RAIVAS, E  IMPREGNANDO O “AR” QUE  RESPIRAMOS COM TODO NOSSO “LIXO” INTERNO, TAMBÉM.SIM, TEMOS  LIXO INTERNO  À  RECICLAR...MUITO LIXO INTERNO REPLETO DE  RAIVAS, MEDOS, CULPAS, RANCORES,SOBERBAS, PREPOTÊNCIAS, EGOÍSMOS E  POR  AI  AFORA...
OJALÁ  POSSAMOS MUDAR ESTES  COMPORTAMENTOS ACUSATÓRIOS DE  “LÁ” OU DE  CÁ!

OJALÁ  POSSAMOS  APRESENTAR  SOLUÇÕES  PAUTADAS  EM CONHECIMENTO  “REAL” DE  FATOS CONCRETOS, NÃO “IMAGINÁRIOS  “OU SEGUINDO A  REPRODUZIR “JULGAMENTOS” E  CONDENAÇÕES DE  TODOS(AS) AS  CRIATURAS  DESTA  TERRA  BRASIL.

DECLARO QUE  NÃO SE  TRATA  AQUI DE  UMA  DEFESA ,TAMPOUCO  CONDENAÇÃO, MAS  UM APELO À “MEDIR MELHOR  AS  CONSEQUÊNCIAS”  DE  NOSSOS  ATOS, PENSAMENTOS E/OU PALAVRAS.
QUE TENHAMOS LUCIDEZ, SABEDORIA, PRUDÊNCIA E  INTELIGÊNCIA  PARA NÃO CUSPIR NAS  REDES  SOCIAIS, OU ONDE  QUER  QUE SEJA, NOSSOS  RANSOS,RAIVAS, E  VERDADES  ABSOLUTAS  SOBRE  QUEM SEJA, OU QUE  ORGANIZAÇÕES SEJAM.
O BRASIL, NÓS  TODOS, SOMOS  ACREDITO, MUITO MAIS CAPAZES  DO QUE  IMAGINAMOS ENQUANTO SERES “HUMANOS”,MAS PRECISAMOS  RECAPACITAR ESTES “DONS” DIVINOS E  DIRECIONAR CORRETAMENTE AO “NOVO”. A  RECONSTRUÇÃO DESTE “NOVO”.

ASSIM DIRECIONO NESTE  MOMENTO  E SEMPRE, VOTOS  DE  UMA  NOVA “HUMANIDADE”

Liana Utinguassu

EM RESPEITO E  COM RESPEITO 

http://manjotudo.blogspot.com.br/2017/04/carta-do-general-villas-boas-nacao.html

CUMPRE  RELER "PALAVRAS  DE  UM HOMEM DE  BEM",QUE  MERECEM NOSSO RESPEITO.


ORDEM DO DIA


Em 1648, um século e meio depois do descobrimento do Brasil, o episódio de GUARARAPES revela a gênese de nossa nacionalidade, sagrado ideal que reúne brancos, índios e negros, conjurados livremente, para defender a Pátria e expulsar o invasor estrangeiro.

Dessa união, da noção de pertencer à terra, da necessidade de proteger nossa gente, nossas famílias e nossas riquezas, nascia uma Nação e, com ela, um Exército. Florescia a percepção de unidade em torno de um projeto, verdadeira força centrípeta capaz de garantir o amálgama que resultaria na integridade do território, na unidade nacional e no delineamento de rumos em direção a um destino de grandeza, prosperidade e felicidade para sua gente.
Não haveria maior exemplo do que esse para identificar um País que, com o passar do tempo, evoluiu em sua consciência para, apegado às suas raízes, acalentar o sonho de construir uma sociedade próspera e justa no Novo Mundo.

O Exército que emergiu em Guararapes nunca esteve distante desse conceito. Exército que é o mais puro e fiel retrato de seu povo. Exército que foi construído, com simplicidade e altivez, pelo exemplo de homens e mulheres oriundos de diversificadas camadas sociais. Exército de todas as raças, de glórias, desafios e sacrifícios.
Nossa Força Terrestre foi sempre a síntese da entrega total à Pátria, participando, inicialmente com a Marinha e mais tarde também com a Força Aérea, nossas Forças coirmãs, dos mais importantes episódios da história do Brasil.

Trezentos e sessenta e nove anos depois de Guararapes, a jovem República Brasileira continua contando com seu Exército em sua marcha em direção ao futuro.

Onde for necessária a presença do Estado Brasileiro, lá estarão os soldados! Do Caburaí ao Chuí, do Acre à Ponta do Seixas. Defendendo nossa soberania, vigiando a fronteira, distribuindo água, abrindo estradas, protegendo índios, preservando o meio ambiente, guardando as riquezas, assistindo a população, garantindo a lei e a ordem ou promovendo a paz em nações irmãs.

Vivemos um tempo, no entanto, em que a coincidência de crises extensas e profundas trazem risco inédito aos sonhos de Guararapes.

Apesar dos esforços dos Governos, o colapso da segurança pública nos cobra dezenas de milhares de vidas por ano; a aguda crise moral, expressa em incontáveis escândalos de corrupção, nos compromete o futuro; a ineficiência nos retarda o crescimento; a ausência, em cada um de nós, brasileiros, de um mínimo de disciplina social, indispensável à convivência civilizada; e uma irresponsável aversão ao exercício da autoridade oferecem campo fértil ao comportamento transgressor e à intolerância desagregadora.

Essa crise fere gravemente a alma da nossa gente, ameaça nossa própria identidade nacional, deprime-nos o orgulho pátrio e, mais grave, embaça a percepção de nosso projeto de Nação, dispersando-nos em lutas por interesses pessoais e corporativos sobrepostos ao interesse nacional.

Nossa gente não é assim e não merece isso!

Este momento tão grave não pode servir a disputas paralisantes; pelo contrário, ele exige, do povo e de suas lideranças, a união de propósitos que nos catalise o esforço de regeneração, para reestabelecer a esperança e a confiança que nos permita identificar nossos objetivos comuns e reconstruir, a partir daí, o sentido de projeto de Nação que nos legaram os heróis de Guararapes.

Não há atalhos fora da Constituição! O caminho a ser seguido requer a sinergia de todos. O Exército de ontem, de hoje e de sempre olha para o futuro, transformando-se com seus Projetos Estratégicos, como o Sistema Integrado de Vigilância de Fronteiras (SISFRON); a adoção do blindado Guarani, de fabricação nacional; o desenvolvimento de plataformas de mísseis de longo alcance, como o Astros 2020; e a implantação do Comando de Defesa Cibernética; ao mesmo tempo que implementa um meticuloso processo de racionalização, aceitando os desafios da nova Era.

O País, seu povo e seu Exército não sucumbirão ao pessimismo e à desagregação. Somos feitos da mesma têmpera!
Temos fé nos valores da democracia, na nossa gente, na resiliência que nos fez vitoriosos tantas vezes e na cordialidade que requer respeito às desigualdades e diferenças.

Acreditamos na hierarquia e na disciplina, como preceitos fundamentais de um Exército verdadeiramente leal à sociedade a que serve e defende.

Unamo-nos todos, portanto, tal como nos conclama a Canção dos Cadetes, da Academia Militar das Agulhas Negras: “Irmãos brasileiros formai entre nós. Brasileiros sois todos vós!”.

Brasília, DF, 19 de abril de 2017

General de Exército Eduardo Dias da Costa Villas Bôas
Comandante do Exércit



quarta-feira, 9 de agosto de 2017

DIA INTERNACIONAL DOS POVOS INDIGENAS





http://apublica.org/2016/09/casaldaliga-e-o-martirio-na-amazonia/

Aguyjevete à Todos (as) Irmãos, de Todas as Etnias, em cada canto desta Terra.
As Nações Originárias EXISTEM! Qualquer outra o Palavra seria desqualificar o que está além de palavras ou rótulos que se possam empregar aqui.

EXISTIR, com consciência de quem SE "É". Do que se carrega na Alma, no ESPÍRITO, sabendo que este SOPRO que nos criou, imprimiu em cada um de Nós uma essência DIVINAMENTE CRIADA para SER...SIMPLESMENTE SER.

O SER Humano, carece em recuperar esta essência do SER e as Nações Originárias trazem esta essência como uma chama mais que VIVA, independente do que se suceda e que bem sabemos SER um HOLOCAUSTO secular que se perpetua e DESRESPEITA à VIDA em sua mais ampla e infinita "forma".

Quero aqui , em RESPEITO AGRADECER Todos(as) As Nações Originárias e todas as ETNIAS no Mundo!
Reconhecendo-me parte desta Criação
Assim os abraço SEMPRE!






quinta-feira, 1 de junho de 2017

SEBASTIÃO MANCHINERY -Caminhar de Coerência, Justiça e Humanidade

 Fonte desta Informação: Sebastião Manchinery-Facebook

Sabá Haji Manchinery, em continuidade à defesa dos povos indígenas e contra as mazelas de gestões fraldulentas, incompetentes e guadrilheiras que transforma a saúde em um caus. Enquanto isso vão montado seu grupo que além de sua prioridade única e exclusivamente se darem bem com os recursos destinados ao povos indígenas ainda aproveitam dos benefícios sociais indígenas.


Gostaria de  aqui  compartilhar  um "sentimento".Ao longo de 30 anos, aproximadamente, desta  Trilha dentro do Universo Indígena, me  reconhecendo como Indígena, muito embora  não esteja  "aldeada", quero aqui parabenizar a  maneira  com que tenho testemunhado não somente  nas  falas  de  Sebastião Manchinery, bem como em sua  conduta Espiritual, de  coração e  Nhanderekó(modo de SER), Humano, Indígena!
Neste  tempos, onde  há  décadas  vimos  um formato de  Guerras, conflitos, massacres, competições e  PODER, ele  coloca muito bem suas  palavras,pensamentos, ações.
UM ESPÍRITO  QUE  ECOA  A VOZ  DOS  ANCESTRAIS, UM SER HUMANO que  busca  justo este redespertar  das  capacidades  da  Humanidade e  todos(as) Nós, em prol da  Terra  e  dos Filhos  desta Terra.

Por isto, aqui compartilhamos  e  agradecemos  também profundamente  à  Verônica Manauara Tukano(Esposa de Manoel Moura Tukano-Já  na Terra sem Males),  que  neste caso, também possibilitou estas  pontes.







sexta-feira, 5 de maio de 2017

OPORTUNA MATÉRIA-ELIANE BRUM

http://brasil.elpais.com/brasil/2017/05/01/opinion/1493666728_748294.html(LEIA NA ÍNTEGRA)

As flechas empunhadas pelos indígenas que ocuparam Brasília na semana passada podem indicar. É contra os mais vulneráveis, os que ninguém liga, os grandes outros do Brasil que as mãos corrompidas avançam sem a necessidade de disfarçar sequer no discurso. É desta aldeia chamada Funai que vem se arrancando peça por peça e talvez em breve o dia amanheça e já não existam sequer cadeiras. É ali que o pior de ontem é melhor do que o pior de hoje. E no amanhã a frase “nenhum direito a menos” pode deixar de fazer qualquer sentido porque já se foram todos. É com os índios que acontece primeiro. Desde 1500, como se sabe. Mas, não custa lembrar: “Índio é nós”.
Na quinta-feira (27/4), o presidente da Fundação Nacional do Índio, Antônio Fernandes Toninho Costa, passou mal quando negociava com lideranças indígenas acampadas na Esplanada dos Ministérios. Uma queda de pressão, sua assessoria diria. Ele encarna por esses dias o drama tão bem expressado na frase antológica do escritor Luis Fernando Verissimo: “No Brasil, o fundo do poço é apenas uma etapa”. Antônio Costa é uma etapa, ele mesmo descobriu.
Antes dele, o governo-9%-de-aprovação-Temer tentou colocar um general para presidir a Funai. A informação vazou e houve reação. Afinal, a ditadura comandada pelos militares no Brasil, com o apoio de setores da sociedade civil, exterminou centenas de indígenas. O governo-9%-de-aprovação-Temer recuou do general, mas não recuou da decisão de entregar a Funai para o Partido Social Cristão (PSC). Assim, tipo um agrado para o partido da sua base aliada: “Pega aí a Funai pra vocês”.
O PSC notabiliza-se pela qualidade de seus expoentes: do pastor Marco Feliciano, aquele que diz que os “africanos descendem de ancestral amaldiçoado de Noé”, ao militar da reserva Jair Bolsonaro, que defende torturadores e se orgulha disso. Dono da Funai, o PSC, este partido que merece um estudo mais aprofundado, colocou Antônio Costa na presidência. Não mais um general, mas um pastor evangélico para cuidar das questões indígenas.
Antônio Costa, dentista e pastor da Primeira Igreja Batista do Guará, costuma ser um homem educado. Quando se despede dos indígenas, ele diz “fiquem com Deus”. Alguns povos indígenas poderiam perguntar a qual deus ele se refere, mas há questões mais urgentes. Mas, se Antônio Costa é um homem educado, seu olhar sobre os povos indígenas parece não ter sido abalado pela Constituição de 1988. Ele expressou suas ideias com sincera devoção na entrevista que deu ao repórter João Fellet, da BBC Brasil, no início de abril. Para ele, os indígenas devem ser inseridos no “sistema produtivo” e a mineração em suas terras ancestrais regulamentada o mais rápido possível.
A Funai é desmontada 

segunda-feira, 24 de abril de 2017

DEMARCAÇÃO "JÁ"

Vivemos "UM TEMPO" ESPECIALMENTE "UNICO"! É HORA AGORA MAIS QUE NUNCA DE RECONHECER-NOS FILHOS E FILHAS DESTA TERRA!!





MAIS QUE TUDO, O SER HUMANO NECESSITA, A HUMANIDADE NECESSITA RECONHECER QUE NÃO SÃO OS IN-DIOS QUE NECESSITAM DE "RESGATE" DE SI, MAS A HUMANIDADE QUE VEM SE PERDENDO ,VENDENDO A TERRA, VENDENDO E COMERCIALIZANDO A QUALQUER PREÇO " A MÃE" DE TODOS NÓS, ESTE SER "HUMANO" PRECISA RECONHECER E RESPEITAR A TERRA E VOLTAR À ELA!

DEIXAR VIVER EM LIBERDADE E EM PAZ, A QUEM NOS MOSTROU SEGUNDO À SEGUNDO QUE SEMPRE FOI E SERÁ GUARDIÃO DESTA TERRA!

ME RECONHECENDO COMO SEMPRE! ASSIM SENDO

Liana Utinguassu Kunhã RYAPY'A


AGUYJEVETE

quarta-feira, 19 de abril de 2017

"DIA DO INDIO" ORDEM DO DIA-EXÉRCITO BRASILEIRO 2017



  FONTE DESTA INFORMAÇÃO:


Crianças Kaiowás -MT
GUARANI

Poucos talvez saibam o PORQUE o EXÉRCITO ESCOLHEU O 19 DE ABRIL "DIA DO ÍNDIO", PARA TAMBÉM CELEBRAR O DIA DO EXÉRCITO BRASILEIRO. Em tempos onde MUITOS JULGAMENTOS são FEITOS DE FORMA "LÍQUIDA" ,RÁPIDA E SEM BASES, Cumpre Salientar que A FACE DE UMA MONTANHA tem VÁRIOS LADOS e jamais se deve "PECAR" por falta de INFORMAÇÃO e também por APENAS OLHARMOS SOB "UMA ÓTICA".


Muito oportuna esta leitura(Reflexiva) e HOMENAGEM que se PRESTA ATRAVÉS DO EXÉRCITO BRASILEIRO aos INDÍGENAS, NEGROS E TODA NAÇÃO BRASILEIRA .
Ojalá se possa SENTIR E ENTENDER QUE UM NOVO AMANHÃ SÓ PODERÁ EXISTIR SE TODOS(AS) ASSIM SE RECONHECEREM IRMÃOS(ÃS), INDEPENDENTE DE "RAÇAS", MAS APENAS RESPEITANDO AS DIVERSAS TRADIÇÕES E CULTURAS DENTRO DE UMA VISÃO MULTIÉTNICA.


Aguyjevete (GRATIDÃO)


POR UM NOVO AMANHECER...

PYAGUAPY-PAZ


Em 1648, um século e meio depois do descobrimento do Brasil, o episódio de GUARARAPES revela a gênese de nossa nacionalidade, sagrado ideal que reúne brancos, índios e negros, conjurados livremente, para defender a Pátria e expulsar o invasor estrangeiro.
Ler na íntegra:
http://www.portalr3.com.br/2017/04/dia-do-exercito-2017-ordem-do-dia-assinada-pelo-general-villas-boas/ 

VALE A  REFLEXÃO 

Fica  aqui UM AGRADECIMENTO .

Liana Utinguassu Ryapya






segunda-feira, 6 de março de 2017

O ANTES DEVE SER REVERENCIADO

 
 
DIA  INTERNACIONAL DA "MU"-LHER"
 
 
Fontes de Pesquisas:
 
 
DO Continente de "MU" creio, nos  originamos...Interessante este  nome "MU", não é?
 
Pois  bem, hoje senti  que deveria escrever  um pouco  sobre  como sinto esta  questão de SER MULHER, Ser  filha, SER Mãe e  quem sabe  um dia...Avó.
 
Nesta  sociedade dita "Civilizada", acredito que  muito pouco se REVERENCIA o verdadeiro sentimento em relação a Consciência Feminina e  Masculina.Há  movimentos muito expressivos acontecendo e  provocando uma  Retomada destas Consciências,porém ainda se tropeça e  se "cai" sobre os  mesmos conceitos  equivocados creio, sobre o que realmente significa "Empodeiramento Feminino".
 
Temos  que  rever  à  História, rever  o ANTES, SAUDAR AOS  ANTIGOS SABERES , ÁS  MULHERES  ANTIGAS  com suas  CRINAS E  RAIZES  PROFUNDAS...
 
Re-ler  sobre as Tradições Impressas  em cada  um de  nós e  SENTIR o "ELO" que temos com esta  tão SAGRADA MÃE TERRA!É uma  enorme TEIA ,tecida  há  muitos e  muitos Milênios, em um tempo  sem "tempo"...
 
 
 
 
Então, aí começarmos à  OLHAR profundamente  o REFERENCIAL DE MULHER  QUE TRAZEMOS EM NOSSOS  VENTRES, CORAÇÕES E  ESPÍRITOS.
ISTO VALE A  AMBOS  OS "SEXOS", Consciências Masculina e  Feminina.
 
 
 
 
Quando Então  nos damos  conta que esta MULHER que  carregamos  dentro de nós tem infinitas qualidades e  também tem suas "Fragilidades", caem por TERRA aquelas  expressões: PONTO "FRACO", ou "FORTE".o YING E  YANG começam à  fazer  sentido, assim como outras  tantas análises  sobre SER MULHER , Empodeirar-se, etc...etc...
 
 
 
Quando começamos a  sentir  que somos um CIRCULO, DENTRO DE  OUTRO CIRCULO  e  que geramos, GESTAMOS constantemente muitas "VIDAS", bem como o Feminino e  Masculino, algo começa a  "MUDAR"...
 
 
Passamos á  DANÇAR E  CELEBRAR JUNTAS ,MAIS QUE "SONHOS"!
 
 
Somos  o que carregamos  ADENTRO.Somos PLANTADAS e  "bem plantadas" quando encaramos realmente  o que estivemos  alimentando acerca  de SER MULHER.
Desejando que  neste  dia 8, e  todos  os  dias de nossas  vidas, possamos  reverenciar as  nossas Avós, Mães,nossos  Antepassados, Ancestrais e  saber  quem Realmente  Somos e Onde, Como e  para que Expressamos o que "expressamos".
Que  se  possa  reverenciar àquelas  Mães que  muitas  vezes  são "Duras",aparentemente insensíveis, aparentemente "Frias", aparentemente amargas, aparentemente incompreenssiveis,aparentemente "ausentes". Sim, estas Mães e  outras  tantas Mães que  Não  tiveram em sua  trajetória motivos  pata  serem "Amorosas".
 
Porque  deste "enfoque"?
 
Creio  que quando geramos  ou "somos geradas",nem sempre conseguimos  olhar  os passos  anteriormente  dados  por quem literalmente  "VEIO ANTES".Sabe-se  Julgar e  muitas  vezes  tornar-se  refém, algemando-se  em todo  um passado INJUSTO.
 
Não se  trata  aqui de  pormenorizar ou pessoalizar,mas  a vida  mostra e  cada  um(a) saberá  SENTIR sobre este SER MULHER que  carrega  dentro de  si,mas  colocarei  aqui também uma  fonte de  pesquisa  e  sugestão  para  que  se  possa  Refletir...
 
Não se  quer  com isto, sim
 plificar as  situações, tampouco julgar A,B,C,mas  apenas  "contemplar-se"  diante da  sua  SITUAÇÃO e  de  suas  REFERÊNCIAS sobre O QUE  CARREGAMOS  ADENTRO...
 
 Pensamento:"Nas  Raízes  profundas das àrvores  Antigas, residem a  SABEDORIA  DO BEM VIVER"...(Liana Utinguassú)
 
Por  alguns segundos  PARE, SINTA, OLHE, E  REFLITA sobre  estes  REFERÊNCIAIS .
 
 
Não se  consegue ir  adiante se não nos  libertamos  de  amarras destes  olhares "passados",presentes, neste aqui e  AGORA.
 
 
 
O Florescer depende tão somente  de  cada um(a) em si mesma, reconhecendo os  referenciais de ANTES...
 
Esta é  a mensagem mais  adequada  neste momento a  mim mesma e  por isto, compartilho e  AGRADEÇO erguendo mais que  UM SALVE à  todas  as  Mulheres de  ANTES, de  Hoje e  do Amanhã, incluindo aquela  que me gerou , as  que me  acolheram , as irmãs, as  amigas, as  companheiras de  Trilhas e  aos  Homens que  assim se  uniram nesta  Dança e  neste SENTIR e  aos  que ainda  buscam explicações e  se  debatem em batalhas sem fim! Tudo está  certo, Absolutamente  TUDO que  acontece, estáva  escrito e  tinhamos e  temos  o "livre  arbítrio" sempre  para  nos  sinalizar o que estamos  alimentando  adentro...e  refletindo.
 
Ver também: